Aqui, todos começam a ser ventos...

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

É assim?


Mas o que queria que eu dissesse?
Aquele meu "tchau" contido era pra te deixar, já que você de repente pára, e são essas suas pausas que eu não acompanho.
Pego na tua mão e tento te levar comigo nessa minha corrida compassada.  Mas você de repente pára.
E eu como não consigo, continuo a correr nessa estrada do sem-sentido. Me pego não mais buscando e sim fugindo. Fugindo do meu não te resistir e da minha vontade de te acariciar... 
Sem pressa e sem primeiras intenções.

- É assim?
-Não, não é assim!

Nenhum comentário: